756940698
 
  • Victória Lopes

BANCÁRIO, VOCÊ SABIA QUE É POSSÍVEL RECUPERAR ATÉ 10 ANOS DAS SUAS 7ª E 8ª HORAS?

Em regra, nas ações trabalhistas, o empregado demitido só pode cobrar apenas dos últimos 5 (cinco) anos trabalhados.

Porém, como toda regra há exceção, com essa não seria diferente. Ocorre quando há uma ação civil pública em desfavor de uma empresa, no presente caso, os bancos, que requer o 𝗣𝗥𝗢𝗧𝗘𝗦𝗧𝗢 𝗜𝗡𝗧𝗘𝗥𝗥𝗨𝗣𝗧𝗜𝗩𝗢 𝗗𝗘 𝗣𝗥𝗘𝗦𝗖𝗥𝗜𝗖̧Ã𝗢.


Essas ações são protocoladas quando determinadas empresas são conhecidas por fraudar direitos, e assim, através de uma ação civil pública de protesto interruptivo de prescrição, os empregados conseguem recuperar um valor maior, quando buscarem por seus direitos.


E foi exatamente isso que aconteceu em meados de maio de 2016. Os sindicatos dos bancários ingressaram com algumas ações civis públicas em face dos bancos, nas quais foram julgadas 𝗣𝗥𝗢𝗖𝗘𝗗𝗘𝗡𝗧𝗘𝗦 e já transitaram em julgado.


Resumindo, isso significa que, você, bancário, consegue recuperar sua sétima e oitava hora desde maio de 2011 até a presente data. Para isso, basta a advogada/ o advogado ter em mãos o dossiê necessário com a íntegra dos processos que foram julgados procedentes.


Caso tenha saído recentemente do banco, não deixe de procurar um advogado trabalhista especialista em causas bancárias para recuperar na justiça essas horas, as quais são de direito.


Gostou do conteúdo? Compartilhe com quem ainda não sabe sobre esse direito e salve esse post para ler mais tarde.


Para saber mais, entre em contato conosco, clique aqui.



43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

5 motivos que podem levar a uma demissão por justa causa

Quem é demitido por justa causa, não faz jus ao recebimento das chamadas verbas proporcionais (13º proporcional, Férias proporcionais), bem como NÃO possui direito ao aviso prévio, multa/saque do FGTS